Neste dia 29 de dezembro já completamos três anos do acidente que levou Michael Schumacher para uma cama de hospital, e mesmo com esse tempo passado, não sabemos nada sobre a situação do ex-piloto. A família e a assessoria do piloto têm mantido tudo fora do alcance da imprensa e com isso coloca-se em dúvida a recuperação do atleta, que pode não estar dando resultado. Sabe-se apenas que ele não está mais em coma.

Depois de esquiar fora da área delimitada na Estação de Meribel, na França, o multicampeão entrou em coma e passou por cirurgias para interromper múltiplas hemorragias e para controlar a pressão intracraniana, afinal, o impacto na cabeça foi, e é, a maior preocupação dos médicos. É difícil saber a situação atual, até porque tudo está acontecendo “distante dos olhos do público”, como pediu Sabine Kehm, porta-voz da família.

Durante esses anos, as informações por diversas vezes quase vazaram, inclusive com um funcionário de hospital (que acabou morto na cadeia) tentando vender fotos do piloto por milhões de dólares. Sabemos apenas que o heptacampeão mundial está em casa, na Suíça. Apesar do silêncio e de não sabermos nada sobre um dos grandes nomes do esporte, precisamos admitir que um pouco de privacidade não faz mal a ninguém.

Foto: Divulgação