NBA continua investindo no público brasileiro

Nova edição da liga começa em outubro e continua engajando os fãs

Publicado em 05/10/2018
pessoas-reunidas-em-espaço-com-decoração-sobre-basquete

Foto: Espaço NBA Finals 2018, em São Paulo (crédito - MPC Rio Comunicação/divulgação)

No dia 16 de outubro começa a temporada 2018/19 da NBA, a liga de basquete profissional norte-americana. Até junho do ano que vem, 30 times brigam pelo título do principal campeonato de equipes da modalidade. Mesmo longe das modernas arenas nos Estados Unidos e Canadá, o público brasileiro continua bastante engajado com a NBA e é alvo de muitos investimentos comerciais feitos pela liga.

Basquete norte-americano com muitos torcedores brasileiros

Fora da América do Norte, o Brasil é o segundo mercado mais estratégico para a NBA, atrás apenas da China, segundo explicou à revista Istoé o chefe das operações em solo brasileiro, Rodrigo Vicentino. Outro importante registro vem da pesquisa Ibope Repucom, que utilizou informações da Sponsorlink para identificar um aumento de 17% entre os interessados no torneio, de 2016 para 2017. Isto resulta em uma expressiva estimativa de 21,1 milhões de fãs brasileiros.

Sabendo disso, nos últimos anos a NBA promoveu diversas ações no Brasil, como os jogos de pré-temporada (entre 2013 e 2015) e o Espaço NBA Finals para as decisões do torneio (2017 e 2018). Na atual temporada, os organizadores continuam encontrando maneiras de engajar os espectadores, como o amistoso que será realizado nesta sexta-feira (5), entre Flamengo e Orlando Magic, na Flórida.

Projetos para comercializar produtos e experiências

Esse interesse, desenvolvido com transmissões televisivas e ampliado após a participação de jogadores brasileiros no torneio, hoje é refletido em muitas ações e modelos de negócios. Por exemplo, para promover o estilo atrelado ao campeonato, a NBA conta com um e-commerce oficial em português e a NBA Store, rede de lojas físicas espalhadas por diversas cidades, trazendo camisas, bonés e outros produtos licenciados. Destaque para o jogador LeBron James e a equipe Cleveland Cavaliers, responsáveis por muitas vendas nas lojas oficiais do Brasil.

Também estão em andamento alguns projetos com foco na experiência proporcionada pela liga, como a NBA Basketball School, escola que incentiva a prática esportiva para crianças e adolescentes, e o NBA Café, ambos com estimativa de inauguração em 2019.

Mesmo com apenas três brasileiros confirmados dentro das quadras (Cristiano Felício, Nenê Hilário e Raulzinho), a NBA deve continuar tendo as atenções dos espectadores e consumidores aqui no Brasil.