Dicas para iniciantes no badminton

Jogado com raquete e peteca, o esporte exige bastante do físico e da agilidade do praticante

Publicado em 18/10/2016

O badminton, assim como o tênis e o squash, é um esporte praticado com raquetes que exige muito do físico e necessita de muita agilidade e rapidez por parte do praticante. Justamente por portar instrumento e não usar o corpo para jogar ou chutar uma bola, a modalidade exige muita precisão e habilidade no manuseio dos itens, afinal, o jogo pode ser muito competitivo e emocionante.

Com origem na Índia, o esporte possui registros de ser jogado até na Grécia Antiga, pelo menos algo parecido com as regras atuais. Em sua criação oficial no Oriente Médio, ele foi inspirado no jogo infantil “Poona”, além de ser por conta própria uma evolução da brincadeira de simplesmente jogar a peteca.

Podendo ser jogado individualmente ou em duplas, o esporte obriga seus jogadores a disputarem as partidas em um local fechado, sem influências externas, especialmente o vento, já que a peteca pesa algo em torno de 5 gramas, ou seja, pode ter facilmente sua trajetória afetada. A rede que separa as duas equipes tem 1,55m e os saques e golpes não devem, obviamente, acertá-la.

Começando

Quem quer começar a treinar deve procurar um clube ou academia que possua estruturas adequadas para a prática, sempre priorizando a segurança do local e opiniões positivas de quem conhece o lugar e os instrutores. Depois de saber onde e com quem treinar, é preciso adquirir alguns itens do equipamento obrigatório, dentre eles:

Raquete: pesando entre 85 e 110g, as raquetes podem ser encontradas em diversos materiais, como aço, alumínio e grafite, esta última mais indicada para profissionais e alunos mais avançados. 

Peteca: absurdamente leves, elas recebem pancadas durante toda a partida, então as penas desgastam. Por isso, para quem for treinar no clube ou mesmo sozinho, é recomendada procura por uma sintética, que é comumente mais resistente.

Tênis: sempre confortável, o tênis deve ter amortecedores para que as quedas sejam amenizadas, afinal, esteja preparado para saltar ou se jogar para salvar a queda da peteca.

Proteção: é importante dar atenção para alguns itens que vão garantir uma redução nas chances de uma lesão ou machucado, especialmente usando as tradicionais:

Joelheiras

Cotoveleiras

Tornozeleiras

Pronto para o jogo?

Sozinho ou com um parceiro, você vence a partida se chegar primeiro a marca dos 21 pontos, contagem que pode ser prolongada em caso de 20x20, que obriga um dos lados a abrir dois pontos de vantagem. Caso o empate permaneça até os 29, o próximo ponto decide a partida.

Agora que já explicamos um pouco sobre o esporte, falamos do equipamento e das regras, que tal chamar os amigos para um desafio na quadra? 

Foto: Divulgação