Alison e Bruno recolocam Brasil no topo do vôlei de praia

Darlan Romani faz bonito no arremesso de peso; Bolt conquista mais um tri

Publicado em 19/08/2016

Após 12 anos, o Brasil finalmente voltou ao lugar mais alto do pódio no vôlei de praia em Olimpíadas. Alison e Bruno Schmidt aproveitaram toda a energia dos torcedores presentes na Arena de Copacabana e derrotaram os italianos Nicolai e Lupo por 2 a 0 (21/19 e 21/17). 

Nem mesmo a chuva diminuiu a intensidade dos brasileiros, que souberam contornar as adversidades dentro da partida para chegar à vitória. Alison, por sinal, estava engasgado com o grito de “é campeão” desde Londres-2012, quando levou a prata ao lado de Emanuel.

Essa foi a 12ª medalha do Brasil (3ª de ouro) na modalidade em Jogos Olímpicos. Desde a inserção do vôlei de praia no calendário do evento, em Atlanta-1996, o país não passou uma edição sem medalhar.

Atletismo

Darlan Romani conseguiu uma ótima performance na final do arremesso de peso e fechou a competição em 5°, com a marca de 21,02m – novo recorde brasileiro. No decatlo, Luiz Alberto de Araújo somou 8315 pontos e terminou na 10ª posição.

Usain Bolt comprovou novamente o seu domínio nas provas de velocidade e chegou ao tricampeonato dos 200m rasos. A festa só não foi maior porque a pista molhada impediu que o jamaicano quebrasse seu próprio recorde mundial, de 19s19. Ele foi o único a correr a final abaixo dos 20s, e cruzou a linha de chegada em 19s78.

Capa: Marcelo Pereira/Exemplus/COB
Foto1: Marcelo Pereira/Exemplus/COB
Foto2: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB